Divulgação de defesa de dissertação do PPG em Ciência do Solo/UFC: DISCENTE: ANA CARLA RODRIGUES DA SILVA

21 de outubro de 2019

A discente Ana Carla Rodrigues da Silva, do Programa de PÓS-GRADUAÇÃO EM CÊNCIA DO SOLO irá defender sua dissertação de mestrado dia 29/10/2019 às 08:30h, na Sala de videoconferência do Centro de Ciências Agrárias da UFC, Bloco 847, Campus do Pici.

O título da dissertação é: “Alterações em um horizonte com caráter coeso ocasionadas pelo uso de hidrogel”.

PALAVRAS-CHAVE:

Horizontes adensados. Coesão. Polímeros.

 

RESUMO:

Polímeros superabsorventes são formados por uma rede tridimensional constituída por polímeros lineares ou ramificados provenientes de interligações químico-físicas, estes, por sua vez, possuem polarização, apresentando cargas superficiais aniônicas, catiônicas ou neutras, com capacidade de absorver quantidades elevadas de água ou fluídos biológicos.  A unidade geomorfológica denominada de Tabuleiros Costeiros, tem como classes de solos predominantes, LATOSSOLOS e ARGISSOLOS AMARELOS, esses, comumente podem apresentar o caráter coeso, atributo diagnóstico utilizado pelo SIBCS para distinguir solos com horizontes pedogenéticos subsuperficiais adensados. Tal característica provoca impedimento físico ao crescimento e desenvolvimento radicular. A presente pesquisa propôs, através do uso de doses de hidrogel e ciclos de umedecimento e secagem, avaliar se ocorre mudanças físicas no horizonte com caráter coeso. As avaliações foram realizadas em um ARGISSOLO AMARELO Eutrocoeso típico. Os tratamentos aplicados foram 5 níveis de umedecimento e secagem (2, 4, 8, 16 e 32 ciclos) e 4 doses de hidrogel (0,0; 0,5; 1,0; e 2,0g L-1). Foram avaliados atributos físicos do solo tais como:  densidade do solo, resistência tênsil, resistência do solo à penetração e estabilidade de agregados por meios dos índices DMG e DMP. Os dados referentes aos ciclos de umedecimento e secagem foram submetidos a análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey a 5% de probabilidade. As doses de hidrogel foram comparadas por meio de ajustes a modelos de regressão. A seleção dos modelos foi feita com base na significância dos modelos e no coeficiente de determinação (R2). Observou-se que o uso do hidrogel causou diferença significativa nos maiores níveis de umedecimento e secagem. A densidade do solo, resistência tênsil, resistência do solo à penetração foram influenciados pelo maior número de ciclos de umedecimento e secagem. O DMP e DMP não foram afetados pelo uso de hidrogel.