Divulgação de defesa de dissertação do PPG em Ciência do Solo/UFC: DISCENTE: ÍCARO VASCONCELOS DO NASCIMENTO

26 de junho de 2019

O discente Ícaro Vasconcelos do Nascimento, do Programa de PÓS-GRADUAÇÃO EM CÊNCIA DO SOLO irá defender sua dissertação de mestrado dia 15/07/2019 às 08 horas, na Sala 03 do Departamento de Ciências do Solo, Bloco 807, Campus do Pici.

O título da dissertação é: “Sonda de capacitância e Hydrus-1D como facilitadores na estimativa dos parâmetros da equação de van Genuchten”.

PALAVRAS-CHAVE:

Curva de água no solo. Instrumentação na agricultura. Perfil instantâneo.

RESUMO:

O Hydrus-1D é um modelo inverso que permite a estimativa de parâmetros hidráulicos do solo. A hipótese deste trabalho foi de que a parametrização da equação de van Genuchten por modelagem inversa com o Hydrus-1D, utilizando dados da variação temporal do potencial mátrico (obtido por tensiometria) e umidade (obtida por gravimetria e por sonda FDR – Frequency Domain Reflectometry), resulta em curvas de água no solo (CAS) mais condizentes com as condições de campo do que aquelas obtidas em laboratório. O objetivo foi obter os parâmetros do modelo de van Genuchten, pelo Hydrus-1D, com dados da variação temporal de potencial mátrico (obtido por tensiometria) e umidade (obtida pelo método gravimétrico e por sonda FDR), como também em laboratório, para, posteriormente, comparar tais resultados. Para isso, foram obtidos dados de potencial mátrico e umidade ao longo do tempo em experimento tipo perfil instantâneo, em Fortaleza/CE. Utilizaram-se quatro parcelas experimentais (1,5 x 2,0 x 0,5 m) com solo das classes texturais areia franca e areia. Em cada parcela foi instalado um tubo de acesso à sonda FDR (Diviner 2000) e, distando 0,3 m do tubo, tensiômetros com manômetro de Hg nas profundidades de 0,2 e 0,4 m. Concomitante às leituras da sonda e dos tensiômetros, foram coletadas amostras de solo em cada profundidade. A umidade volumétrica foi calculada pelo produto da umidade gravimétrica pela densidade do solo. Ao fim do experimento (∂theta/∂t = 0,01 cm3 cm-3 d-1), foram coletadas amostras de solo com estrutura deformada e indeformada. Em laboratório, realizaram-se análises de densidade do solo e departículas, porosidade e obtenção da CAS. As CAS foram ajustadas pelo modelo de van Genuchten (com m=1/n). Com o Hydrus-1D, foram obtidos quatro parâmetros da equação de van Genuchten (com m=1/n). Os dados foram analisados com o delineamento inteiramente casualizado 4 x 4 (quatro procedimentos experimentais e quatro repetições). Foi aplicado o teste de Jarque-Bera para verificar a normalidade e o teste de Tukey para comparação das médias, ambos com p = 0,05. Também foram plotadas as curvas de umidade versus tempo simulando o experimento pelo Hydrus-1D. A performance do modelo foi avaliada pelo coeficiente de eficiência e raiz quadrática do erro médio. Concluiu-se que a parametrização da equação de van Genuchten por modelagem inversa com o Hydrus-1D, com dados de umidade (obtida por gravimetria e por sonda FDR), resulta em curvas de água no solo mais condizentes com as condições de campo do que aquelas obtidas em laboratório; e a utilização do Hydrus-1D com dados de umidade obtidos com sonda FDR é bastante prática e concisa, retornando bons resultados e facilitando o processo de obtenção da CAS.